« Home | Direito de resposta » | Mais Criatividade s.f.f. » | Há uns dias atrás escrevi este post. Ontem, nessa... » | T1 Cosy mais cosy não há » | Também, era o que mais faltava! » | foi giro » | Análises estatísticas bastante complexas » | 000001 » | Big Ideas » | Felicidade Nacional Bruta » 

domingo, maio 28, 2006 

Objectos em desuso em Portugal Continental

Tão bem que me lembro das borrachinhas de água quente para os pezinhos no inverno!!!
Depois de aquecer os pezinhos abraçava-me a ela e adormecia tão quentinha!!!

Lol, eu chamo às "borrachinhas de água quente", botijas. Também me lembro do meu pai me levar a botija à cama, só aí é que tirava as meias...mas nunca a abracei, confesso que nunca chegámos tão longe, até porque, após a primeira hora juntos ela esfriava um pouco...às vezes sentia-me até um pouco usado...

de qualquer forma, referia-me eu ao seu desuso, mais pelo calor estupidificante que se faz sentir do que por outra coisa qualquer.

Discordo.

Conordaria, se o post se chamasse "Objetos em desuso no Litoral e no Sul de Portugal Continental". Mas não. E, por isso, discordo.

Aliás, acredito que com "desuso" o caríssimo autor queira dizer "em menos uso" e não "deixados de usar por completo", porque eu próprio de vez em quando uso (e faz bem usar) a borrachinha/botijinha de água quente... que mais não seja para ajudar a dar cabo da dor nas costas que as malditas cadeiras de escritório "dos 300" nos causam. Portanto, senhor autor, veja lá se o título do post é mesmo o mais correcto, ok?

: )

PS: E no Interior faz um frio desgraçado, não sei se já ouviu falar disso. Aí, a borrachinha/botijinha é usada que sabe Deus.

Caríssimo K@, long time no see!

Ok, eu deveria de facto ter intitulado este post doutra forma, para ser mais preciso deveria ser então:

Objectos em desuso, a 28 de Maio, em Portugal Continental quando fazem 30ºc na rua e 40º dentro de minha casa e já não se aguenta!

Soube que agora tem estado muito com pessoas mais velhas em idade de pré-reforma, acho que faz muito bem, essas pessoas precisam de todo o nosso apoio ;)

eu percebo essa dos 40 graus...eu gosto de calor, mas assim, tanto...de uma só vez...custa!!

Eu confesso... já virei lagartixa de tanto calor que está... não se aguenta...
beijinhos

pois, mesmo com 37º à sombra, a Mamã Ursa não dispensa a botijinha de água quente... desta vez para as costas. :)

mas quente, quente, mesmo a ferver são os prognósticos lá na ursolândia!

I beg to differ... Não concordo que seja um object em desuso. Aliás, recordo-me de um estranha noite num Natal não muito distante em que passei a madrugada agarradinho a uma depois do meu estômago e intestinos não chegarem a um consenso com o resto do meu corpo.

You may beg, dear cousin...mas eu referia-me ao momento imediato e aos 37º que se faziam sentir

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação