« Home | Red Hot » | "A beleza dura poucos anos. Não há quase nenhuma p... » | Dúbidas dúbias » | Momentos sublimes » | Coisas q eu sei q aconteceram mas n tenho provas » | Fait-Diver Financeiro » | Conversas con mi bluego » | Impossible is Nothing » | Crónica de uma manhã igual À de tantos outros » | Ornatos » 

domingo, maio 14, 2006 

Felicidade Nacional Bruta


E se em vez dos países medirem o seu desenvolvimento através do crescimento do seu PIB utilizassem outro tipo de indicador: a Felicidade Nacional Bruta (FNB)?

Utopia? Talvez. Mas o Rei do pequeno Butão achou que era possível.

Para Jigme Singye Wangchuck, o último rei deste pequeno país – isto porque o Butão deixará brevemente de ser um reino, por imposição do próprio rei que considera que o povo deve poder escolher livremente os seus líderes – sim, não só é possível como já está a ser posto em prática.

Para ele o desenvolvimento do país deverá assentar na preservação e fomento da singularidade e unicidade cultural e espiritual do Butão.
O crescimento económico é sem dúvida importante para o bem-estar de uma nação, mas não o mais importante.

“O conceito da Felicidade Nacional Bruta baseia-se na premissa que o real desenvolvimento da sociedade tem lugar quando o material e o espiritual ocorrem em simultâneo, complementando e reforçando-se.”

O «FNB» leva em conta quatro factores: o desenvolvimento sócio-económico duradouro e equitativo, a preservação do meio ambiente, a conservação e promoção da cultura, além de bons governos.

Não sei até que ponto é viável esta forma de governar, mas que a ideia é revolucionariamente bela é!

O Rei Jigme Singye Wangchuk, na foto, foi considerado pela Time Magazine´s uma das 100 pessoas que mudaram o mundo em 2006.

bem, se isto der certo...acho que deviamos ponderar a hipotese de nos mudarmos para o reino do Butão...seja lá onde isso for!!
mas a ver pelos olhos...deve ser lá para o lado das ásias...

o reino do botao tem um apolitica de emigracao muito rigida, e tb so rece um numero restrito de visitantes por ano. On the other hand, tem os spas mais famosos do mundo e esta associado ao turismo religioso/de busca espiritual, e e o destino de eleicao de muita gente famosa, q decide juntar alguma meditacao e tal a uns dias de beleza!

foi o que eu ouvi dizer...

Bem, há coisas no mundo que ainda nos dão esperança, e esta é realmente uma delas. esperemos que dê certo, e que não venham factores externos estragar tudo. ou seja, esperemos que o Butão não tenha petróleo. :)
beijinhos

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação