« Home | Dão-se alvíssaras » | SuperBowl » | Diálogos perfeitamente plausíveis » | Coisa mai linda!! » | Falo com Elevação » | God is a DJ » | ...e já começou » | A Blogosfera ficou mais rica » | Publicidade Sensitiva » | Berlusconi é um Humanista » 

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 

Descobri a verdade: Sou um Maniento

A Divas pediu-me para enumerar 5 das minhas manias/hábitos; aqui vai:

1. Adoro livros e revistas, assim, só pelo objecto em si; gosto de deambular numa livraria, perco-me Totalmente numa fnac. Explico-me melhor, gosto dos livros pelos livros, independemente do seu conteúdo, fico fascinado a olhar para uma prateleira, apetece-me ver os títulos todos, folhear aqueles que me parecem mais interessantes. Deve ser por causa disso que tenho em casa livros que julgo que nunca lerei na vida e também deve ser por isso que em tempos fiz a promessa que não compraria nenhum livro novo enquanto não lesse quase todos os que tenho…ainda bem que não levo as minhas promessas muito à letra.

2. Tenho por hábito levar leitura para a casa-de-banho (jornais, revistas, livros, rótulos de champôs) e prolongo quase sempre esta actividade (a leitura não a outra) até ficar com o pé dormente. Sinceramente nem considero isto um hábito estranho, sempre foi assim, acho mais do que natural, estranho é quem nem toda a gente o faça…

3. Roer as unhas. Pouca gente saberá, uma vez que não o faço em público, mas não corto as unhas praí há uns 10 anos (não, não tenho nenhuma daquelas unhas de 5 metros enrolada, vou roendo-as regularmente)

4. Não será tanto uma mania mas mais um caso patológico; esqueço-me de nomes (de pessoas e de lugares), de números de telefones, de datas de aniversário e de todo o tipo de documentos importantes...mas estranhamente, ou não, tenho boa memória visual e auditiva, nunca esqueço uma cara e consigo identificar rapidamente uma música apenas pelos primeiros acordes (embora n consiga dizer o nome) .
Se por um lado isto me preocupa também sei que vou ser dos poucos gajos que quando envelhecer nem vai notar a diferença quando tiver parkinson

5. Tenho a mania de dizer “então encontramo-nos daqui a 5 minutos” e só aparecer passado 20, e fazer isto repetida e repetidamente (porra agora apercebo-me como deve ser irritante para as outras pessoas!). O tempo, confesso, é uma coisa muito abstracta para mim, não possui grande significado. Não tenho relógio, nunca tive, excepto algumas fases que me forcei a tentar usar, sem sucesso. Desenvolvi, até à chegada dos telemóveis, uma técnica de ver as horas em qualquer lugar e em qualquer altura nos relógios de pulso das outras pessoas de uma forma instintiva, e também decorava os locais dos relógios públicos ou privados por onde passava habitualmente.

Já para não falar De me deitar tarde, de jogar futebol com os amigos como se tratasse da final do campeonato do mundo, de fazer perguntas difíceis aos empregados, de querer fazer tudo, de querer experimentar tudo, de às vezes ser do contra, de bater com os pneus do carro quando estaciono, de (…)

enfim, a mim pareces-me um "gaijo" porreiro. (é claro que ainda não te vi as unhas...;))

confesso:fui pressionada, para não dizer mesmo ameaçada, a não por mais umas quantas manias aqui. tipo...mania de não gostar de lavar a louça e quando o faz usa apenas uma escovinha conseguindo, por incrível que pareça, não molhar as mãos!!!para não falar na mania de não se levantar mal o despertador toca...ou nos dez minutos seguintes. o tadinho do telemovel esta a desperatar entre os 30 aos 40 minutos...
ok, nao digo mais nada (fui bem soft)

Pá ó Ex-Solteirão. Estou solidário nessa do telemóvel a despertar durante horas. E nos rótulos de champô também.
Essa da louça com escovinha... bem... esse é o teu lado metro?

e tu deves lavar muitas vezes a louça, deves, deves

tu, pa...tens a mania!

Xculpa.. Mas manienta sou eu....

:P

Olhe que não, olhe que não

Sabes que mais? A mim nunca me enganaste! O que tu queres sei eu!! Um abraço

Sr. Yanki, é um prazer recebe-lo aqui!

Um abraço loco ;)

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação