« Home | Jonah Lomu » | Para que se saiba » | Apesar de Tudo... » | Beleza em estado absurdamente bruto (II) » | Suspenso no Tempo (I) » | Retro II - Capri-Sonne » | Retro I - Rebuçados Bayard » | Um preto de cabeleira loura?! » | Bruno Nogueira´s Blog » | IV Concurso Literário do Escritor Famoso » 

sexta-feira, novembro 18, 2005 

(In)cultura em Aveiro

Tristes notícias para a cultura aveirense.

Paulo Ribeiro, reconhecido programador cultural, foi afastado da direcção artística do Teatro Aveirense, por supostos problemas financeiros.

Em entrevista ao DA, de ontem, podemos ler as seguintes afirmações:

«Há um “lobbie” obscuro instalado na cidade que contribui para que o Teatro Aveirense não possa dar o salto. O projecto nasceu torto e vai continuar torto, porque há pessoas que têm uma certa voz mas que revelam um desconhecimento total»

«A cultura acaba sempre por ser o bode expiatório», lamenta o coreógrafo, acusando a Câmara de «pensar pequeno».

"Paulo Ribeiro deixa a programação «praticamente fechada» até Maio, mas adverte para o risco de perda de um apoio de 200 mil euros do Instituto das Artes para as actividades do Teatro Aveirense em 2006. Aquele organismo tutelado pelo Ministério da Cultura apenas atribui as comparticipações no caso de as entidades beneficiárias disporem de um programador com cinco anos de actividade"

Segundo Pedro Silva, ex-vereador da cultura: «É um programador de excelência, era a garantia de que seria feito um trabalho notável. Perde-se um elemento que poderia dimensionar definitivamente o Teatro Aveirense a nível nacional»


Não é propriamente nada de novo...mas aborrece, lá isso aborrece!

pois aborrece...fala-se ai de um nome, vamos ver se fica ou não. é uma pessoa muito competente, disso não tenho dúvidas. a dúvida é se será a pessoa indicada para substituir o Paulo Ribeiro...

ai Covinhas! ai ex-solteirão! este executivo começou mal, mesmo mal!!!

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação