« Home | Onde pára o sítio da covinhas?! » | O que eles dizem » | Jack Johnson Vs Nitin Sawney » | Quer salvar uma vida? » | Onde pára Bóbó? » | A Naifa » | Momento alto do dia » | Querido Diário... » | Sra. Rushmore » | Um filme que nunca deveriamos ter que ver. » 

segunda-feira, maio 02, 2005 

Ivo Ferreira

Este jovem português, Ivo Ferreira, cometeu, como todos sabem, um terrível crime: mandou duas passas num “charuto” (ou deu umas passas numa ganza se preferirem).

Este acontecimento abalou fortemente as estruturas do sistema no Dubai e tomaram-se imediatamente medidas rigorosas: 2 anos e meio por cada passa.

Isto até poderia ter a sua piada de tão ridículo que é, mas não tem, e um jovem realizador de 29 anos, que estava lá a fazer um documentário, pode foder a sua vida por um acto, que tem tanto de inocente, como de inócuo para todos aqueles que o rodeiam.

Resumindo, assinem esta petição, pode ser que ajude em alguma coisa.

www.petitiononline.com/ivomarqu

(petição que a Associação Portuguesas de Realizadores está a promover e que irá dirigir ao Xeque Mohamed rin Rashid al Maktoum, autoridade máxima no Dubai, para libertarem o Ivo Ferreira.)

Não consigo entrar no link por aqui, tentem este:

http://www.petitiononline.com/ivomarqu/

Eu já assinei... mas que foi nabo foi. Então gajo não sabia onde estava?

bem, ele não só já fez o filme da vida dele como ainda ganhou uma publicidade do melhor que há! depois disto ninguém se vai esquecer de quem é o ivo ferreira.

tadinho dele, eu tenho pena. afinal só deu duas passitas e pode ir em cana por causa disso...também vou assinar

Já tá, com direito a post e tudo!

Por acaso, partilho da opinião da Didas.
O gajo sabia onde estava.
Mas... o fruto proibido...

E eu sei (porque conheço muita malta no ramo) que isso (achar que as regras não se aplicam aos artistas) acontece a torto e a direito.

Acho a situação ridícula... mas de ambas as partes.

Lamento não concordar totalmente com a indignação geral.

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação