terça-feira, maio 31, 2005 

Um não Post

Só para dizer q n tenho tempo p escrever este post

quarta-feira, maio 25, 2005 

SLB!

O Benfica demorou tanto tempo, tanto tempo para ganhar um campeonato que o último título ainda era do tempo em que o Nené tinha um Filho.

 

Eguiçes

Sou a mais recente contratação de um blog, de grande qualidade, e que a seu tempo divulgarei.

O convite foi feito pelo meu primo, mais duas pessoas foram convidadas, e situações destas são rotineiras no mundo bloguístico...

...mas não é que o parvito do meu ego continua convencido que é o novo ponta-de-lança do time recém chegado do Iguaçú?!

segunda-feira, maio 23, 2005 

Porra,que deve ter sido tão bom!

"O músico Jack Johnson apresentou-se pela primeira vez em solo português, num espectáculo interessante que decorreu no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Com uma impressionante e inesperada massa de seguidores, o artista arrebatou por completo uma sala a transbordar."

 

As coisas que realmente interessam

Porque as minhas pessoas deviam era dar mais valor à arte e às suas diversas manifestações, em vez de só pensarem em desportos meio primitivos, queria só comentar convosco a minha próxima compra...

"Possivelmente, «Demon Days» é um exotismo pop em mutação que contamina quem por ele se apaixonar. Possivelmente o disco que os Blur ensaiaram em «Think Tank» e que - pela herança brit pop da banda e o lado peculiar que encerra os Gorillaz na sua liberdade criativa – só agora terá verdadeiramente saído dos tubos de ensaios. Possivelmente, já terão percebido, um dos discos do ano. " in, Disco digital

GORILLAZ «Demon Days» Parlophone/EMI Music Portugal

p.s.- ainda bem é que a economia vem por aí acima agora

sexta-feira, maio 20, 2005 

O F.C.PORTO VAI SER CAMPEÃO NACIONAL!!

Bom, eu, que todo o ano permaneci calado, no que toca a assuntos futebolísticos, hoje, sim, hoje, vou pronunciar-me.

Antes de o fazer, e devido ao Imobilismo que tem assolado este recanto, vou fazer uma afirmação polémica para que alguém me leia:


O F.C.PORTO VAI SER CAMPEÃO NACIONAL!!

Pronto, agora que assegurei pelo menos 3 leitores para os próximos dois parágrafos eu continuo.

Vai sê-lo, não porque tenhamos feito uma grande época, definitivamente não o fizemos, aliás, é bem capaz de ser dos piores anos que o meu, ainda tenrinho, corpo tem memória.

Vai sê-lo, não porque fomos os menos miseráveis entre os miseráveis - Não, fomos tão miseráveis quanto os outros, por vezes fomos até estupidamente-mente mais miseráveis que todos os outros miseráveis juntos!

Vai sê-lo, não por causa dos 18 novos jogadores e o “caniche” que comprou, excluindo o Íbson e de tempos a tempos o Diego, definitivamente, não será por causa destes

Vai sê-lo, porque o (argh) Benfica, tem jogadores como Simão ou João Pereira que são seres completamente irritantes e odiosos que, até aos pr´óprios adeptos do clube, só apetece mandar cachaços até a exaustão (dele, não nossa), e porque só imaginar a cara de parvo de qualquer um deles a saltar com uma taça na mão é uma imagem que me causa imediatamente danos irreversíveis no cérebro.

Vai sê-lo, porque temos o Grande Grande Jorginho, o melhor capitão do Mundo, o Baía, que pode não ser o melhor guarda-redes do Mundo, mas que é seguramente dos mais elegantes.

Vai sê-lo, porque o Hugo Almeida, esse boavisteiro gigantone meio-tosco vai marcar, no mínimo, um golo, porque se não o fizer, ou faz 3 assistências para golo ou pode ter a certeza que nunca mais põe aquele cu gordo no Dragão com a camisola do Porto.

Vai sê-lo, porque eu sinto-o, e porque eu até costumo acertar nestas merdas, e também porque eu queria muito…pode ser?

Só não sei é que como vou fazer o exame na 2ºfeira se Domingo vou passar o dia em faustas comemorações…isso sim, é que me preocupa verdadeiramente.

 

"O peso de vestir uma camisola às riscas verdes"

Brilhante post de um não menos brilhante lagarto, que explica as causas do mamedismo sportinguista.

"O peso de vestir uma camisola às riscas verdes

É preciso desmantelar esta equipa. Há que assumir quando o peso psicológico e metafísico de determinado acontecimento mina todos os caminhos do futuro.
Temos dois homens que tratam a bola como ela merece: Rochembach e Pedro Barbosa, e como só Diego no Porto neste momento em Portugal.

Barbosa está velho e a carreira deve ter acabado: só lhe posso estar grato por tudo quanto me deu a ver, a maneira como a bola lhe rolava de pé para pé, através dos pés e dos corpos dos adversários, aquela lentidão pesada mas inapelavelmente segura e esteticamente laudrupiana.

O Rocha acha-se, com razão, bom demais para aqui estar. A verticalidade dos seus passes é algo que me faz chorar, coisa muito rara de se ver com a frequência com que ele o consegue. Ve-se o desespero que o assola quando tem que passar para o lado, apenas para fazer correr a jogada.
E só quem jogou á bola a um nivel mais elevado é que percebe, por exemplo, o modo absurdamente inteligente como utiliza o peso do corpo: vou ter saudades dele, mas considero que deve ir arrastar a carreira dele para outro sitio.
Rocha é o típico sobredotado que sabe que é muito melhor que aquilo que alguma vez conseguirá atingir: bom demais para o Sporting, preguiçoso em demasia para o Barcelona.
Percebo-o muito bem: aconteceu-me o mesmo quando jogava à carica.

Tello jogou muito bem, Beto jogou bem, Rogério jogou muito bem (claro que se não tivesse marcado o golo toda a gente diria que foi um erro do Peseiro), Miguel Garcia vai ser um bom jogador, Liedson jogou como sempre.
A equipa, no seu todo e em geral, jogou bem, muito bem mesmo, mas o Sporting é o Sporting e a sorte só nos acompanha na medida em que isso lhe possibilite infligir-nos uma humilhação maior: por isso ela se dignou a acompanhar-nos contra o AZ Alkmaar, em especial, e o Newcastle, aqui e ali. Os primeiros 35 minutos podiam ter-nos dado os dois a zero, mas não deram.
E quando um milagre azareiro dos grandes nos impediu de empatar a dois golos, o CSKA marca o terceiro. Está bem, está mal, é assim.

Os culpados desta derrota: Sá Pinto, Ricardo; e Peseiro, que os colocou em campo.

Sá Pinto não recebeu uma unica bola em condições; não sabe ainda, ao fim de 30 anos a jogar, fundir o toque de recepção com o primeiro toque direcional da bola; uma jogada sai sempre dos seus pés com menos definição conceptual do que quando lhe chegou; é um burado negro de boas jogadas; Sá Pinto, nitidamente, não sabe pensar o jogo, e deve ser-lhe atribuida uma missão qualquer internacional, tipo atravessar a pé a Faixa de Gaza com um cartaz laudatório ao sionismo.

E Ricardo.... que dizer de Ricardo? Que ele teria, teria sempre, que defender aquela bola. A bola bate no chão e perde velocidade, entra ao meio da balia e a um centimetro da mão.
Que teria, teria sempre, que repor aquela bola em jogo para lá do meio-campo, como sempre fez. Que teria, teria sempre, que não ter nascido, aquele filho da puta.

Falta-nos Peseiro: Peseiro é um bom homem, um treinador tacticamente competente, irrepreensivel, que fala bem com os jogadores, que sabe o se que se deve ou não dizer-lhes; sucede que, mesmo assim, na minha modesta opinião, é mau treinador: falta-lhe não sei se carisma se outra coisa dessas que aparecem nos romances complicados e com muitas páginas. Falta-lhe saber colocar “nervo”, “tensão”, nos jogadores que comanda. E isso, meus caros, é a morte do artista."

in,
http://acausafoimodificada.blogspot.com/

terça-feira, maio 10, 2005 

Uma Árvore é um amigo

Todos os dias milhares de Árvores são derrubadas para a produção das toneladas de papel que a nossa sociedade consome.

Imagino que qualquer árvore anseie por um final digno.

Imagino também, que na indolência dos seus últimos dias, nos seus pensamentos corra a esperança que dos seus restos mortais nascerão obras primas, de literatura, de pintura, que dela ambiciosos projectos e novos pensamentos florescerão; e que, então, nos seus veios se cravem os traços que as tornarão imortais.

Agora imaginem, imaginem o que será chegar a um qualquer Eucalipto ou Carvalho e dizer-lhe que da sua morte, dos despojos de seu corpo, irá nascer uma revista merdosa como a Moliceiro.com ou a Mordomias Magazine.

...triste, muito triste.

Ainda mais triste quando sabemos que as árvores não se podem suicidar.


p.s.- proponho aos editores de revistas merdosas, sem qualquer tipo de conteúdo ou intento que não seja o de exclusivamente extorquir dinheiro aos incautos dos seus anunciantes, que pensem nas pobrezinhas das Árvores antes de avançarem para a criação das suas revistas merdosas.

quinta-feira, maio 05, 2005 

Mulher, este Post é para ti!

Um pedido a todos as Mulheres que visitam este blog:

No âmbito de um trabalho que estou a realizar para a pós-graduação, sobre o mercado do batôn, pedia-vos que realizassem este pequenino inquérito sobre a utilização que V.EXªs fazem do dito cujo nos vossos beiços.

Não custa nada, demora 2 minutos e ainda se habilitam a levar um agradecimento da minha parte.

vão aqui e façam o teste

http://www.zoomerang.com/survey.zgi?p=WEB224BJ8HM29C

um beijo a todas (sem batôn)

p.s.- se quiserem fazer um figurão com as vossas amigas enviem-lhes este e-mail, façam aquelas correntes tão giras, inundem-me de respostas, mostrem que sabem ser solidárias umas com as outras, participem activamente na construção de um Mundo melhor!!

quarta-feira, maio 04, 2005 

Grandes Anúncios II

O conceito não é dos mais originais; gajo que prefere a cerveja à gaja podrezinha de podrezinha de podrezinha de boa, mas não deixa de estar giro.

Nota da redacção: A designação utilizada "gaja podrezinha de podrezinha de podrezinha de boa" é uma tipologia utilizada em publicidade, não tendo, por isso, o autor deste blog qualquer responsabilidade na sua enunciação.

ver aqui http://www.visit4info.com/details.cfm?adid=13566

terça-feira, maio 03, 2005 

parabéns aos campeões

Devido aos bons conhecimentos que tenho nos meandros do mundo da bola, tive acesso a este formulário que é distribuído, na véspera dos jogos, aos dirigentes benfiquistas:


"Ao SLB
Estádio da Luz, Lisboa

Tendo V Exas de se deslocar ao terreno de um adversário dentro de 2 semanas, agradecemos o preenchimento do formulário em anexo, a fim de que possamos tomar as necessárias providências :

1. Em que Estádio desejam V.Exas jogar ?

No estádio do adversário __
Num estádio a mais de 100 Kms da terra do adversário __
Num estádio a mais de 500 Kms da terra do adversário __
Num estádio de basebol nos Estados Unidos __
No estádio da Luz __

2. A partir de que minuto do primeiro tempo desejam V.Exas o primeiro cartão vermelho para um jogador adversário ?

Primeiro minuto __
Vigésimo quarto minuto __
5 minutos antes do intervalo __
Depende de como estiver a correr o jogo, informaremos o árbitro no local __

3. Pretendem V.Exas marcar o primeiro golo através :

De um livre causado por uma falta marcada ao contrário __
De um fora de jogo do senhor Mantorras __
De um livre marcado por uma falta inexistente __
De um penalty fantasma __
Depende de como estiver a correr o jogo, informaremos o árbitro no local __

4.. A fim de não dar muito nas vistas, sugerimos que o senhor Petit ou o senhor Simão sejam punidos com um cartão amarelo. Agradecemos que nos digam em que momento :

Quando o senhor Petit fizer a octogésima terceira falta dura __
Quando senhor Petit fizer a décima quarta tentativa de homicídio __
Quando o Senhor Simão simular a sexagésima quinta falta __
Quando o Senhor Simão empurrar o árbitro pela nonagésima segunda vez __
Nunca, era o que faltava, mostrarem cartões aos nossos jogadores __

Com os nossos cumprimentos ao campeão nacional 2004/2005 Liga Portuguesa de Futebol Profissional"

 

Grandes Anúncios

Quando se diz sempre que sim às criancinhas.

http://www.visit4info.com/details.cfm?adid=16242

p.s.- a cara de sacanita do puto é imperdível.

segunda-feira, maio 02, 2005 

Ivo Ferreira

Este jovem português, Ivo Ferreira, cometeu, como todos sabem, um terrível crime: mandou duas passas num “charuto” (ou deu umas passas numa ganza se preferirem).

Este acontecimento abalou fortemente as estruturas do sistema no Dubai e tomaram-se imediatamente medidas rigorosas: 2 anos e meio por cada passa.

Isto até poderia ter a sua piada de tão ridículo que é, mas não tem, e um jovem realizador de 29 anos, que estava lá a fazer um documentário, pode foder a sua vida por um acto, que tem tanto de inocente, como de inócuo para todos aqueles que o rodeiam.

Resumindo, assinem esta petição, pode ser que ajude em alguma coisa.

www.petitiononline.com/ivomarqu

(petição que a Associação Portuguesas de Realizadores está a promover e que irá dirigir ao Xeque Mohamed rin Rashid al Maktoum, autoridade máxima no Dubai, para libertarem o Ivo Ferreira.)