quinta-feira, março 31, 2005 

Sra. Rushmore

Ás vezes esqueço-me porque é que tirei o curso que tirei. Depois, bom, depois aparecem senhoras como esta que me reavivam a memória.

Um site fantástico de uma agência de publicidade espanhola – inspirado numa campanha de sucesso: “Sra. Rushmore”.

Vão até à cozinha, abram a gaveta do “what´s cooking” e deliciem-se com os anúncios concebidos para o Atlético de Madrid (um deles, o meu preferido, com a participação do sócio número 1 do clube).

 

Um filme que nunca deveriamos ter que ver.

Existem causas que merecem ser divulgadas.

Esta, divulgada pela Rakel, será uma delas.

terça-feira, março 29, 2005 

Pensamento (marialva) do dia

It´s Ok for the gays to married. Just not each other.

(Não, não concordo e tb n sou o autor. Trata-se de uma nova campanha publicitária de whiskey, e eles tb não concordam, já que o slogan é "Schotch for another era". Muy bueno)

segunda-feira, março 28, 2005 

República das Bananas

Uma das definições de República das Bananas poderá ser a total ausência, por parte dos cidadãos, de respeito pelas suas leis. Claro que isto só assim é, pela total inexistência de vontade, por quem o deveria fazer, para que estas se cumpram (este caso só é normalmente aplicado às grandes empresas, políticos, familiares de políticos, figuras de jet Set, e outros que tais).

Isto tudo para falar de algumas leis e medidas que estão instituídas desde 1971 (!!) em Portugal para protecção da orla costeira.

Nem agora, 34 anos depois e com a nossa costa reduzida a menos de metade e inundada de construções ilegais a lei se aplica.

Poderá a costa Portuguesa ser considerada espécie em vias de extinção?

"Três décadas de leis e medidas mal aplicadas

A legislação nacional contém medidas de protecção do litoral pelo menos desde a década de 1970. As principais :

1971
Zonas ameaçadas pelo marO Decreto-Lei nº 468/71, que regula o domínio público marítimo, já previa medidas cautelares para a erosão costeira. Criou a figura de "zonas ameaçadas pelo mar", que deveriam ser delimitadas pelo Estado, sendo nelas interdita a construção. O que se passou no litoral desde então deixa claro que a prevenção não funcionou.

1983
Reserva Ecológica NacionalNascida com o Decreto-Lei nº 321/83, a REN procurou salvaguardar as praias, as dunas e as falésias das construções. Até hoje não o conseguiu cabalmente.

1990
Regras de ocupação da faixa costeiraO Decreto-Lei nº 302/90 fixou normas para a ocupação da faixa costeira - da linha máxima da maré até dois quilómetros para o interior. Algumas orientações contrastam com a realidade: evitar o desenvolvimento urbano linear, junto à costa; não construir em zonas de risco natural, sujeitas a erosão ou abatimentos.

1993
Planos de ordenamento da orla costeiraDocumentos orientadores da ocupação do litoral, os POOC reservam uma faixa de até 500 metros a partir da linha da maré como "zona de protecção terrestre". Mandados elaborar pelo Decreto-Lei nº 309/93, deveriam estar prontos dois anos depois. Mas os primeiros só foram concluídos em 1998 e ainda hoje falta aprovar um, no Algarve.

2003
Programa FinisterraAprovado pela Resolução de Conselho de Ministros nº 22/2003, deveria ser um Polis para o litoral, promovendo as intervenções dos POOC e outras, propostas pelas autarquias. Praticamente não fez nada disso."

saber mais no público de domingo

 

O que gostaria de ter sido eu a escrever.

"Não há nenhuma heresia ou filosofia que seja tão detestável para a Igreja como o ser humano." James Joyce, in divas.

Pois, eles tinham tudo tão bem pensado, tudo organizadinho, e pronto tinham de vir este gajos logo estragar tudo!

segunda-feira, março 21, 2005 

3 in one

1 - Obrigado a todos pelas melhoras (fico mesmo um bocado mariconço quando estou assim).

2 - Em grande destaque no Diário de Aveiro de Domingo: Covinhas, Divas, Didas, AAS, Bagaço Amarelo e moi même, numa interessante reportagem desta senhora sobre o panorama bloguístico aveirense.

senhora: desculpa as minhas respostas, deixei-me levar pela alucinação ;)

3 - Passei o fim-de-semana inteiro a ouvir gaitas-de-foles, desde as 9 da matina até ao anoitecer. Ainda lhes gritei da janela "Olhem, e se fossem brincar com a gaita?!" mas não surtiu o efeito desejado...

p.s.- este post foi escrito e m 30s no pc de um colega sob a desculpa de verificar um conteúdo na internet pois o meu foi-se e não se sabe quando voltará...

i'll be back ;)

quarta-feira, março 16, 2005 

Porra

Tou doente.

(...sinto-me fraquinho, mas tão fraquinh, mas tão fraquin

segunda-feira, março 14, 2005 

Publicidade Enganosa

"O que é Nacional é bom".

sexta-feira, março 11, 2005 

Yo Soy un Español

Hoje é como se o Afonso não tivesse existido.

quarta-feira, março 09, 2005 

Se fosse mulher...

Esta senhora, que tem um dos blogues mais interessantes da blogosfera (não gosto nada desta palavra). Decidiu provocar-me - a mim e a uma série de maltosa com características mais ou menos comuns.

Como sou muito hôme; retorqui:

“Não consegui resistir, foi mais forte do que eu...

A resposta:

Na verdade eu teria medo de ser mulher. eu asfixiava, se fosse mulher.

É a depilação, o medo de estar fora de moda, os cuidados constantes e permanentes com a aparência. São os saltos altos, verdadeira tortura do mundo moderno, o cabelo que só seca depois de longos minutos, é o rímel nos olhos, o blush, a sombra, e as duzentas e cinquenta coisas que guardo na casa-de-banho. Mas isto é só o princípio.

Depois, bom, depois é querer igualdade de direitos mas gostar tanto que nos abram a porta, que nos protejam e nos paguem o jantar. Não gostar de machistas, mas gostar de homens másculos, mesmo que isso seja muitas vezes um contra-senso.

Também não gostaria, se fosse mulher, de ser muito bonita, porque sei de antemão que 95% dos homens com quem tivesse uma relação, de amizade ou profissional, já que os restantes 5% seriam familiares, tinham como objectivo, consciente ou inconscientemente, outro tipo de relação em mente.

Sabia também, se fosse uma mulher com as mamas grandes, quando falassem para mim teriam muito dificuldade em olhar para mim acima do pescoço. Se tivesse as mamas pequenas diriam que saio ao Pai.

Se fosse feia, ou mesmo menos bonita, e boa profissional, diriam que tenho é falta de peso; se fosse bonita diriam que dormia com o director da empresa.

Não seriam só os homens a dizer isso, aliás, seriam mais as mulheres.

Teria muitas amigas, e muitas delas sorririam muito quando estão comigo, mas a maior parte deles diria nas minhas costas: que estou mais gorda, que o meu namorado é um sacana e eu sou uma coitadinha, e que ando com a mania desde que fiz as novas madeixas.

Ah, tinha que ter madeixas.

Não gostaria de chorar quando vejo telenovelas, não gostaria de me masturbar sem me sentir culpada, não gostaria de não gostar de cozinhar sem me sentir culpada, não gostaria de fazer desporto sem sentir que estaria a perder a minha feminilidade, não gostaria de, efectivamente, saber que a maior parte das mulheres são menos hábeis ao volante, não gostaria de saber que sou o alvo preferencial para violadores e assaltantes, e saber que pouco poderia fazer porque fisicamente seria mais fraca do que a quase totalidade dos homens.

Também não gostaria de andar na rua e ouvir piropos e não poder mandá-los para a puta-que-os-pariu só porque não fica bem a uma mulher dizer essas coisas, não gostaria de comprar revistas que só dizem banalidades, que tem 300 páginas de publicidade e que me dizem o que devo vestir e como devo ser.

Não gostaria de não me arrepiar todo ao ver o 1º golo do Maradona contra a Inglaterra e só conseguiria tirar o soutien após 5 minutos de árdua luta.

Resumindo; eu não gostaria de ser mulher, da mesma forma que a grande maioria de vocês não querem ser homens.

mas também não mudava nada, porque, incrivelmente, gosto mesmo é de vocês assim.”

 

Crónica dos primeiros 20m do Jogo do Ano

Ontem perdi o melhor jogo do ano. Bom, não o perdi completamente, ainda consegui ver os primeiros 20 minutos, ou seja, só deu para ver os 3 primeiros golos do Chelsea ao Barça..

Depois disto, e apesar da minha insistência, tentaram convencer-me que o jogo estava “terminado”, tal era a demonstração de superioridade dos homens de Mourinho. O pior é que a lógica nunca teve qualquer tipo de relação com o futebol – para quem não acredita basta ver o 2º golo do Ronaldinho – e assim não vi um daqueles jogos que exemplificam o porquê do Futebol ser o desporto mais popular à face deste planeta – Os melhores jogadores do Mundo, o melhor treinador do Mundo, o Deco e o Ronaldinho, tudo isto dentro de um estádio com uma multidão completamente louca, saudavelmente louca, e num jogo de tudo ou nada (este parágrafo é dito enquanto mando cabeçadas na parede…).

Anda um gajo a ver Penafieis, beiramares, Portos, e tantos que tais, num longo e pesado penar, com conjuntos de gajos que julgam, juulgammm, estar a jogar algo parecido com futebol, para depois perder O JOGO.

Agora, mesmo para quem não goste de futebol nem nada relacionado com 11 homens atrás de uma bola (ou 10 + o Quaresma), é obrigatório ler este gordito, um exemplo:

“A diferença entre as pessoas normais que respiram oxigénio e o Mourinho que come vitórias ao pequeno-almoço é que este incute nos seus jogadores uma mentalidade ganhadora que desafia o mito daquele russo que dobrava colheres com o pensamento. Nunca vi nada assim, ou seja, nunca se viu nada assim. Ver um jogador mediocre como o Kezman, que a espaços faz lembrar o Krpan, a acreditar que pode ter melhor rendimento ofensivo que o Eto ou o Ronaldinho é algo só explicável pelo processo hipnótico.”

terça-feira, março 08, 2005 

The right is right!

o Teste que realizei deu os seguintes resultados:

"You Are 15% Left Brained, 85% Right Brained

The left side of your brain controls verbal ability
, attention to detail, and reasoning.
Left brained people are good at communication and persuading others.
If you're left brained, you are likely good at math and logic.
Your left brain prefers dogs, reading, and quiet.

The right side of your brain is all about creativity and flexibility.
Daring and intuitive, right brained people see the world in their unique way.
If you're right brained, you likely have a talent for creative writing and art.
Your right brain prefers day dreaming, philosophy, and sports."


Até quando o meu corpo irá desobedecer ao meu cérebro?!

 

Hoje o Mundo acordou cor-de-rosa.

sábado, março 05, 2005 

Absolut Bastards!! (é o que me apetece dizer depois de 15 minutos a tentar, sem sucesso, pôr o caralho dos textos como adebedeser) Posted by Hello

 

"A perfeição não existe", dizem. Estes senhores discordam e a sua retórica parece-me inegável. p.s.- para os mais cépticos recomendo "Tomorrow say goodbye" do álbum Crash.  Posted by Hello

terça-feira, março 01, 2005 

O Júlio...

...aquele que fala de sexo parecendo estar a recitar poesia, tem um blog.

É bom! Gosto do Júlio. Viva o Júlio!

Nota: Obrigado à blogotinha por ter alertado a MRF