« Home | Vamos lá ver se isto resulta outra vez... » | Parabéns ao Bochechas. » | Um pedacinho de Mundo. » | Coisa mais linda! » | Um desabafo! » | Estilo mini-mini-minimalista » | Da Weasel, "Best Portuguese Act, 2004". » | Today´s Lesson » | A NÃO PERDER!! » | Ele há gente com sorte! » 

sexta-feira, dezembro 10, 2004 

Ui!!!

Já experimentaram fazer a barba com aquelas "láminas" dos barbeiros?

Não experimentem.


p.s.- e experimentar fazer a barba com aquelas "láminas" dos barbeiros, pela 1ºvez, sem espuma de barbear nem after-shave?

Definitivamente não experimentem.

A não ser que sejam uns radicais.

Eu não experimento.

Estou um bocado mais descansado...

Se aquilo faz o que fez à minha cara, imagino (uiii) os estragos que poderia causar em peles e zonas mais sensíveis...

p.s.- veio-me à cabeça agora a palavra sovaco. A palavra sovaco deve ser das palavras mais feias da língua portuguesa. Sovaco. So(u)a mal.

hum...
Também gostamos muito da palavra retrete! Bonita palavra.

Mas cá para nós, ó solteirão, você não achou piada à experiência da navalha, porque levou a situação ao sentido literal, ou seja, além de tentar usar a navalha de barbeiro, desfolheou a MaxMen ao mesmo tempo, tal como faz na cadeira do Barbeiro!

eheheheheh

P.S. - Os cortes de navalha têm um pró estupendo que omitiu, são as «festas» que receberá da sua mais que tudo graças aos mesmos! :P

Vocês gozam porque não fazem ideia de como está a minha cara.

(Se o leitor não viu o “Braindead”, ignore o próximo parágrafo.)

Tão a ver a cena em que a mãe “dele”, vai receber o casal para tomar um chá, e tem a cara a desfazer-se, e ele pega num tubo de cola e tenta colar os bocados de pele que lhe vão caindo da cara?!
Eu estou parecido. Mas ainda por cima não tinha cola, por sorte estavam uns pionéses em cima da mesa que deram para remediar a coisa…pareço é o Frankenstein, depois de acordar.

p.s.- por acaso não tive ainda oportunidade de ler (lol, ler!) a maxmen, mas tem um artigo alusivo ao teledisco dos Da Weasel que me parece deveras interessante.

...fiz (ou desfiz?) a barba uma única vez com navalha de barbeiro. Pelo comprimento do utensílio (em relação á máquina de barbear) ou por inépcia, o primeiro corte atingiu-me o olho esquerdo. Teimoso, a uma segunda tentativa, foi-se o segundo olho. Pela crueza do acontecimento e não só, dispenso-me de continuar a terrífica experiência em que só posso adiantar que...desfiz tudo menos a barba...
Intés!!

Olhe Bertus, e eu a pensar que a sua singular fisionomia se devia a um trágico atropelamento por um qualquer camião TIR (carregado e em grande velocidade claro!).

De qualquer forma, a barba agora deve tapar-lhe as partes (não as podengas) cicatrizadas. Menos mal.

De alguém que o percebe bem.

Bem já que estás numa de experimentar há quem faça a baraba a cera, diz que abre o poro... é experimentar, pelo menos lisinha a pele deve ficar.

Eu bem que te avisei que não seria uma aventura fácil!!!Mas não te preocupes, a cara nem ficou assim em muito mau estado e continuas liiiiindooo!!!

PS: Para a próxima compra espuma de barbear e after-shave a dobrar...

eheheheheh

com cera ... eheheheheh

ehehehehehe

.... daqui a nada é à chapada!

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação