« Home | Porra que isto custa!! » | Os nossos olhos já não são peixes verdes » | Periférica e Clandestina » | Mia Couto » | It´s about...everything. » | Viver é bom pra chuchu » | Desaparece único idioma exclusivamente feminino. » | Seis pessoas entre mim e o Bush » | Ele há coisas... » | Dove reafirma-se » 

sexta-feira, outubro 08, 2004 

Nada do que é importante se perde verdadeiramente

"... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Miguel Sousa Tavares (A propósito da perda de Sua Mãe, Sophia de Mello-Breyner).

Links to this post

Criar uma hiperligação